Sáb24062017

Back Início Pensatas Matutando Pense Nisto Reflexões Peço-te que me Abras os Olhos

Peço-te que me Abras os Olhos

que-me-abras-os-olhosII Reis nos mostra um tempo de guerra em Israel e apesar de estarem vencendo a batalha havia muita tensão no ar. Entre os sírios havia muita frustração porque apesar do seu poderio bélico e numérico que tinham não estavam tendo nenhum êxito contra Israel. Isto porque a cada ação militar tentada pelo rei da Síria, Israel parecia saber antecipadamente suas estratégias e todo movimento de seu grande exército.

Fato era que Eliseu, profeta do Deus vivo, informava ao rei de Israel os planos do inimigo com tempo hábil para reação e preparação para a batalha.  

Eliseu e seu jovem discípulo estavam em Dotã, em casa de amigos, um lugar privilegiado de onde se tinha uma vista grandiosa de todo o lugar, Eliseu e o jovem costumavam levantar cedo e era hábito subirem ao teto para avistar a cidade e apreciar o amanhecer, vendo a alvorada clarear a cidade. O jovem sempre seguro e aliviado em ver um semblante de paz em Eliseu.

Num certo dia, de repente, ainda nem estava amanhecendo direito, o jovem viu um grande exército a rodear a cidade e apesar do silêncio de sempre, haviam carros e cavalos espalhados por toda a parte e percebeu os soldados inimigos prontos para o ataque. Sabedor de que o exército de Israel que estava em Dotã não tinha como enfrentar aquela ameaça, pois era pequeno e insignificante diante da multidão Síria que se aproximava, desesperou-se.  

Então com muito mêdo e meio que desorientado correu até Eliseu para anunciar as terríveis novas. Sabia que aquelas tropas estavam atrás de Eliseu, pois o rei da Síria foi avisado que havia um profeta em Israel que lhe “sabotava” os planos e certamente Eliseu era o maior alvo ali.

Ele encontrou Eliseu calmo e confortavelmente sentado lendo as Escrituras, e disse: “Aí meu senhor e agora, o que faremos?”. Ele percebeu que a serenidade de Eliseu não se alterou com a notícia que trouxe, e começou a perguntar confuso em seu íntimo: “Será que ele não vê o perigo que estamos? Será que não sabe que é a ele que o inimigo procura? Será que não vai fugir ou se esconder? Porque continua tão calmo e confiante?”.   

Eliseu percebeu a confusão do jovem, bem como a desesperança que se instalava em seu coração e disse: 

"Não temas; porque mais são os que estão conosco do que os que estão com eles” - II Reis 6:16 

O jovem pareceu se confundior ainda mais, pensava agora consigo: “O que ele esta falando? Acho que meu bom e amado Eliseu perdeu toda sanidade e não sabe que não há soldados em Israel suficientes para nos proteger”, pois ele só via as circunstâncias e o que os seus olhos físicos percebiam.  

Eliseu, como que lendo as entranhas do jovem, orou: 

"Senhor, peço-te que lhe abras os olhos para que veja. O Senhor abriu os olhos do moço, e ele viu que o monte estava cheio de cavalos e carros de fogo, em redor de Eliseu" - II Reis 6:17  

Bem amados, quanta angústia e temor guardamos quanto ao nosso amanhã? Que a paz do Senhor que excede a todo entendimento possa guardar nossos corações e que seja crescente nossa confiança de que ele é fiel e tem cuidado de nós. 

 

Firme na Rocha! 

marcos-teixeira

 

 

Prateleira

Este é o homem a quem olharei...

0-este-e-o-homem-a-quem-olharei

"Treme da minha palavra...", Isaías 66:1-2

Como isto te parece? O Altíssimo, busca atentamente algo nos homens, algo cujo valor transcende as iguarias dos príncipes desta terra.