Ter20112018

Back Início Defesa da Fé Apologética A Criação O Mundo Animal O Vôo da Tarambola-Dourada

O Vôo da Tarambola-Dourada

tarambola-douradaA Tarambola-Dourada é um pássaro maravilhoso que nasce no Alasca. Como ali o inverno é extremamente frio, ele migra para o Havaí. Sua viagem é muito longa, pois o destino fica a 4.500 quilômetros de distância. O vôo tem de ser direto, sem escalas, uma vez que no caminho não existem ilhas para descanso, e essa ave não sabe nadar. Para seu vôo, a Tarambola-Dourada precisa de um tanque cheio de combustível na forma de 70 gramas de gordura armazenada em seu corpo. Desse total, 6,8 gramas são uma reserva para enfrentar ventos contrários. Como o pássaro tem de voar ininterruptamente por três dias e meio, noite e dia, sem parar, e precisa manter a rota com exatidão dentro das coordenadas geográficas, ele necessita de um piloto automático trabalhando com extrema exatidão. Se não encontrar as ilhas do Havaí, sua morte é certa, pois não existe qualquer outra alternativa de pouso. Se não possuísse essa porção de gordura precisamente calculada, não sobreviveria.

A mutação e a seleção, nesse caso, mais uma vez são construtores incapazes. Mais plausível é admitir que a Tarambola-Dourada foi criada assim desde o começo – pronta e equipada com tudo o que precisa.

 

 

werner-gitt

 

Werner obteve o Ph.D. pela Universidade de Hannover, na Alemanha. Autor de "Deus usou a evolução?", "Se os animais pudessem falar", "Estrelas e sua finalidade" e, "No início era a Informação". Werner também é um evangelista de renome, tendo falado amplamente sobre questões relacionadas com a Bíblia e a ciência. Apesar de aposentado, continua contribuindo com muitos artigos para a revista Criação e o Jornal Profundidade da Criação.

 

O Corpo Humano

corpohumano
Uma Assombrosa Maravilha
 

Prateleira

Este é o homem a quem olharei...

0-este-e-o-homem-a-quem-olharei

"Treme da minha palavra...", Isaías 66:1-2

Como isto te parece? O Altíssimo, busca atentamente algo nos homens, algo cujo valor transcende as iguarias dos príncipes desta terra.