Dom22102017

A Grande Tribulação

 Title   agrandetribulacao

As escrituras nos falam, tanto no Antigo quanto no Novo Testamento, de uma época de terrível tribulação sobre a terra tal qual nunca visto antes. Uma das chaves para esse entendimento é 70ª semana da profecia dada a Daniel, que nos mostra que este será um período de 7 anos compreendido entre o Arrebatamento da Igreja, e a Segunda Vinda de Cristo. Período que Deus tratará com Jacó (Israel) para restauração, e ainda, haverá a manifestação da ira do Senhor e seu juízo contra os não salvos.

    Porque haverá então grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco há de haver” – Mateus 25:21

    E eu disse-lhe: Senhor, tu sabes. E ele disse-me: Estes são os que vieram da grande tribulação, e lavaram as suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro” – Apocalipse 7:14

    E naquele tempo se levantará Miguel, o grande príncipe, que se levanta a favor dos filhos do teu povo, e haverá um tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo; mas naquele tempo livrar-se-á o teu povo, todo aquele que for achado escrito no livro” – Daniel 12:1

    Assim como o joio é colhido e queimado no fogo, assim será na consumação deste mundo” – Mateus 13:40

    Ah! Porque aquele dia é tão grande, que não houve outro semelhante; e é tempo de angústia para Jacó; ele, porém, será salvo dela” – Jeremias 30:7

 

Amilenismo:

Somente após o período de grande tribulação é que ocorrerá a Segunda Vinda de Cristo.

 

 

Pós-milenismo:

A tribulação é agora, já estamos passando por ela.

Existem alguns que acreditam em um período final de grande apostasia e tribulação antecedendo a volta de Cristo.

Outros ainda defendem que quando Cristo voltar, o mundo estará em plena paz e prosperidade. Isso acontece devido a visão sobre o milênio que essa corrente escatológica defende.

 

A Manifestação da Ira de Deus

“A ira de Deus é uma perfeição divina tanto como a Sua fidelidade, o Seu poder ou a Sua misericórdia. Só pode ser assim, pois não há mácula alguma, nem o mais ligeiro defeito no caráter de Deus, porém, haveria, se nEle não houvesse a Ira! A ira de Deus é a Sua eterna ojeriza por toda injustiça. É o desprazer e a indignação da divina eqüidade contra o mal. É a santidade de Deus posta em ação contra o pecado. É a causa motora daquela sentença justa que Ele lavra sobre os malfeitores. Deus está irado contra o pecado porque este é rebelião contra a Sua autoridade, um ultraje à Sua soberania inviolável” – A.W. Pink.

    “E, se a nossa injustiça for causa da justiça de Deus, que diremos? Porventura será Deus injusto, trazendo ira sobre nós? (Falo como homem). De maneira nenhuma; de outro modo, como julgará Deus o mundo?” - Romanos 3:5,6

    "O Senhor abomina os perversos" - Provérbios 11.20a 

    "O Senhor julgará o seu povo. Horrível coisa é cair nas mãos do Deus vivo” - Hebreus 10.30c-31 

    "Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda a impiedade e injustiça dos homens, que detêm a verdade em injustiça. Porquanto o que de Deus se pode conhecer neles se manifesta, porque Deus lho manifestou. Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entende, e claramente se veem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis" - Romanos 1:18-20 

A manifestação da ira de Deus é implacável em seus efeitos, ela é a expressão do Seu justo juízo, certamente é uma coisa terrível e assustadora, e Ele fará justiça ao julgar os pecadores. Só Deus é capaz de vingar-se porque a Sua vingança é perfeita e santa.

    "O grande dia do Senhor está próximo; está próximo e logo vem. Ouçam! O dia do Senhor será amargo; até os guerreiros gritarão. Aquele dia será um dia de ira, dia de aflição e angústia, dia de sofrimento e ruína, dia de trevas e escuridão, dia de nuvens e negridão; nem a sua prata nem o seu ouro poderão livrá-los no dia da ira do Senhor. No fogo do seu zelo o mundo inteiro será consumido, pois ele dará fim repentino a todos os que vivem na terra” – Sofonias 1:14-15,18

    “Vai, pois, povo meu, entra nos teus quartos, e fecha as tuas portas sobre ti; esconde-te só por um momento, até que passe a ira” - Isaías 26:20

    “E com ira e com furor farei vingança sobre os gentios que não ouvem” - Miquéias 5:15

    “Porque a indignação do Senhor está sobre todas as nações, e o seu furor sobre todo o exército delas; ele as destruiu totalmente, entregou-as à matança” - Isaías 34:2

    “Entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como os outros também” - Efésios 2:3

    “Ninguém vos engane com palavras vãs; porque por estas coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência” - Efésios 5:6

    “E esperar dos céus a seu Filho, a quem ressuscitou dentre os mortos, a saber, Jesus, que nos livra da ira futura” - I Tessalonicenses 1:10

    “ E diziam aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós, e escondei-nos do rosto daquele que está assentado sobre o trono, e da ira do Cordeiro; Porque é vindo o grande dia da sua ira; e quem poderá subsistir?” - Apocalipse 6:16-17

    “Porque é vindo o grande dia da sua ira; e quem poderá subsistir?” - Apocalipse 14:10

    “E vi outro grande e admirável sinal no céu: sete anjos, que tinham as sete últimas pragas; porque nelas é consumada a ira de Deus” - Apocalipse 15:1

    “E um dos quatro animais deu aos sete anjos sete taças de ouro, cheias da ira de Deus, que vive para todo o sempre” - Apocalipse 15:7

    “E da sua boca saía uma aguda espada, para ferir com ela as nações; e ele as regerá com vara de ferro; e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-Poderoso” - Apocalipse 19:15

O Dia da Vingança de Deus

    “Porque será o dia da vingança do SENHOR, ano de retribuições pela contenda de Sião” - Isaías 34:8

    “Dizei aos turbados de coração: Sede fortes, não temais; eis que o vosso Deus virá com vingança, com recompensa de Deus; ele virá, e vos salvará” - Isaías 35:4

    “A apregoar o ano aceitável do SENHOR e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os tristes” - Isaías 61:2

    Porque, eis que o Senhor virá com fogo; e os seus carros como um torvelinho; para tornar a sua ira em furor, e a sua repreensão em chamas de fogo. Porque com fogo e com a sua espada entrará o Senhor em juízo com toda a carne; e os mortos do Senhor serão multiplicados” - Isaías 66:15-16

Os Primeiros 3 1/2 anos

Este período começará com a manifestação do Anticristo imediatamente após o arrebatamento da Igreja. Através dele prosperidade, segurança e paz serão implantadas no mundo, inclusive para Israel e o Oriente Médio.

    “E ele firmará aliança com muitos por uma semana...” – Daniel 9:27ª

O Anticristo surgirá na terra como aquele capaz de resolver e solucionar os problemas da humanidade. Todas as nações cederão armas e defesas, será implementado em todo o mundo a utilização de uma só moeda, uma só economia e um só mercado. Israel terá permissão de sacrifícios e ofertas no templo em Jerusalém que será reconstruído e Israel aceitará esta aliança de paz.

     “Eu vim em nome de meu Pai, e não me aceitais; se outro vier em seu próprio nome, a esse aceitareis” – João 5:43

O palco todo já está montado para o aparecimento de um grande líder. Israel como nação voltou a “existir” em 1948, após quase 2.000 anos, e como se daria algum acordo antes disto? E ainda, o atual e interminável conflito no Oriente Médio também aponta para a necessidade de um acordo, é inevitável que se procure uma solução.

    E deixa o átrio que está fora do templo, e não o meças; porque foi dado às nações, e pisarão a cidade santa por quarenta e dois meses” – Apocalipse 11:2

    “E a mulher fugiu para o deserto, onde já tinha lugar preparado por Deus, para que ali fosse alimentada durante mil duzentos e sessenta dias” – Apocalipse 12:6

    “E foram dadas à mulher duas asas de grande águia, para que voasse para o deserto, ao seu lugar, onde é sustentada por um tempo, e tempos, e metade de um tempo, fora da vista da serpente” – Apocalipse 12:14

    E foi-lhe dada uma boca, para proferir grandes coisas e blasfêmias; e deu-se-lhe poder para agir por quarenta e dois meses” – Apocalipse 13:5

Neste período haverá uma religião mundial no controle.

    “E veio um dos sete anjos que tinham as sete taças, e falou comigo, dizendo-me: Vem, mostrar-te-ei a condenação da grande prostituta que está assentada sobre muitas águas; com a qual fornicaram os reis da terra; e os que habitam na terra se embebedaram com o vinho da sua fornicação. E levou-me em espírito a um deserto, e vi uma mulher assentada sobre uma besta de cor de escarlata, que estava cheia de nomes de blasfêmia, e tinha sete cabeças e dez chifres. E a mulher estava vestida de púrpura e de escarlata, e adornada com ouro, e pedras preciosas e pérolas; e tinha na sua mão um cálice de ouro cheio das abominações e da imundícia da sua fornicação; E na sua testa estava escrito o nome: Mistério, a grande babilônia, a mãe das prostituições e abominações da terra. E vi que a mulher estava embriagada do sangue dos santos, e do sangue das testemunhas de Jesus. E, vendo-a eu, maravilhei-me com grande admiração” - Apocalipse 17:1-6

Gogue & Magogue

Gogue e Magogue, em hebraico: גּוֹג וּמָגוֹג, são muitas vezes apresentados como o nome de um príncipe, ou de um líder, ou ainda de um povo que habitava em uma região denominada Meseque e Tubal. Gogue é considerado como o rei da nação de Magogue, um descendente de Magogue, filho de Jafé, que é filho deNoé.

É interessante notar que a maioria desses nomes vem de Gênesis 10, das listas de descendentes de Jafé e Cam. Nenhum deles se encontra na lista dos descendentes de Sem.

    “Veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: Filho do homem, dirige o teu rosto contra Gogue, terra de Magogue, príncipe e chefe de Meseque, e Tubal, e profetiza contra ele. E dize: Assim diz o Senhor Deus: Eis que eu sou contra ti, ó Gogue, príncipe e chefe de Meseque e de Tubal; E te farei voltar, e porei anzóis nos teus queixos, e te levarei a ti, com todo o teu exército, cavalos e cavaleiros, todos vestidos com primor, grande multidão, com escudo e rodela, manejando todos a espada; persas, etíopes, e os de Pute com eles, todos com escudo e capacete; Gômer e todas as suas tropas; a casa de Togarma, do extremo norte, e todas as suas tropas, muitos povos contigo. Prepara-te, e dispõe-te, tu e todas as multidões do teu povo que se reuniram a ti, e serve-lhes tu de guarda. Depois de muitos dias serás visitado. No fim dos anos virás à terra que se recuperou da espada, e que foi congregada dentre muitos povos, junto aos montes de Israel, que sempre se faziam desertos; mas aquela terra foi tirada dentre as nações, e todas elas habitarão seguramente. Então subirás, virás como uma tempestade, far-te-ás como uma nuvem para cobrir a terra, tu e todas as tuas tropas, e muitos povos contigo” - Ezequiel 38.1-9

Em Ezequiel 38 e 39) vemos que os reis da terra, Gogue da terra de Magogue e seus aliados, coordenados pela besta, vindos do norte, reúnem um grande exército e determinam-se a destruir Israel, mas não prevalecerão, serão exterminados sem a intervenção de mão humana, ou seja, num livramento sobrenatural de Deus.

    “E enviarei um fogo sobre Magogue e entre os que habitam seguros nas ilhas; e saberão que eu sou o Senhor” - Ezequiel 39.6

    “E sairá a enganar as nações que estão sobre os quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, cujo número é como a areia do mar, para as ajuntar em batalha. E subiram sobre a largura da terra, e cercaram o arraial dos santos e a cidade amada; e de Deus desceu fogo, do céu, e os devorou. E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde estão a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre” – Apocalipse 20:8-10

A vitória será tamanha que levarão sete meses para enterrar todos os mortos.

    “E a casa de Israel os enterrará durante sete meses, para purificar a terra. Sim, todo o povo da terra os enterrará, e será para eles memorável dia em que eu for glorificado, diz o Senhor Deus. E separarão homens que incessantemente percorrerão a terra, para que eles, juntamente com os que passam, sepultem os que tiverem ficado sobre a face da terra, para a purificarem; durante sete meses farão esta busca. E os que percorrerem a terra, a qual atravessarão, vendo algum osso de homem, porão ao lado um sinal; até que os enterradores o tenham enterrado no vale da multidão de Gogue” - Ezequiel 39:12-15

O período desta guerra de Israel contra Gogue da terra de Magogue não está muito claro nas escrituras, porém, o fato de haver uma afirmação de que Israel estará habitando em paz, levam a crer que este período se dará antes ou no início da 70a. Semana de Daniel, ou seja, da Grande Tribulação.

Os Últimos 31/2 anos

Após os primeiros 3 ½ anos, o acordo será quebrado e a humanidade estará frente a frente com o mais terrível controlador e tirano que a terra jamais viu ou imaginou. É onde começa também o ministério das duas testemunhas descritas em Apocalipse 11, que dura 42 meses ou 1260 dias.

    “Pois que, quando disserem: Há paz e segurança, então lhes sobrevirá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida, e de modo nenhum escaparão” – I Tessalonicenses 5:3

    “E na metade da semana fará cessar o sacrifício e a oblação; e sobre a asa das abominações virá o assolador, e isso até à consumação; e o que está determinado será derramado sobre o assolador” – Daniel 9:27b

    “ E eu pus-me sobre a areia do mar, e vi subir do mar uma besta que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre os seus chifres dez diademas, e sobre as suas cabeças um nome de blasfêmia. E a besta que vi era semelhante ao leopardo, e os seus pés como os de urso, e a sua boca como a de leão; e o dragão deu-lhe o seu poder, e o seu trono, e grande poderio. E vi uma das suas cabeças como ferida de morte, e a sua chaga mortal foi curada; e toda a terra se maravilhou após a besta. E adoraram o dragão que deu à besta o seu poder; e adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? Quem poderá batalhar contra ela? E foi-lhe dada uma boca, para proferir grandes coisas e blasfêmias; e deu-se-lhe poder para agir por quarenta e dois meses. E abriu a sua boca em blasfêmias contra Deus, para blasfemar do seu nome, e do seu tabernáculo, e dos que habitam no céu. E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se-lhe poder sobre toda a tribo, e língua, e nação” – Apocalipse 13:1-7

O Falso Profeta, a segunda besta, fará cessar a adoração a Deus e erguerá uma imagem da besta no Templo em Jerusalém e quem não adorar o Anticristo e sua imagem, colocando sua marca na testa ou destra, não poderá nem comprar nem vender, e será condenado à decapitação. “O Abominável da desolação”.

    “ E desde o tempo em que o sacrifício contínuo for tirado, e posta a abominação desoladora, haverá mil duzentos e noventa dias” – Daniel 12:11

    “E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome” – Apocalipse 13:16-17

    Quando, pois, virdes que a abominação da desolação, de que falou o profeta Daniel, está no lugar santo; quem lê, entenda” – Mateus 24:15

    “Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição, O qual se opõe, e se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus” - II Tessalonicenses 2:3-4

    E proferirá palavras contra o Altíssimo, e destruirá os santos do Altíssimo, e cuidará em mudar os tempos e a lei; e eles serão entregues na sua mão, por um tempo, e tempos, e a metade de um tempo” – Daniel 7:25

    “E ouvi o homem vestido de linho, que estava sobre as águas do rio, o qual levantou ao céu a sua mão direita e a sua mão esquerda, e jurou por aquele que vive eternamente que isso seria para um tempo, tempos e metade do tempo, e quando tiverem acabado de espalhar o poder do povo santo, todas estas coisas serão cumpridas” – Daniel 12:7

    “E desde o tempo em que o sacrifício contínuo for tirado, e posta a abominação desoladora, haverá mil duzentos e noventa dias. Bem-aventurado o que espera e chega até mil trezentos e trinta e cinco dias” – Daniel 12:11-12”

A Grande Tribulação irá imputar o juízo de Deus aos descrentes de todas as nações, não somente à Israel. Os capítulos de 6 a 19 do Apocalipse dizem respeito à 70ª semana de Daniel.

    "E diziam aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós, e escondei-nos do rosto daquele que está assentado sobre o trono, e da ira do Cordeiro; porque é vindo o grande dia da sua ira; e quem poderá subsistir?" - Apocalipse 6:16-17

    "Eis que o Senhor esvazia a terra, e a desola, e transtorna a sua superfície, e dispersa os seus moradores. De todo se esvaziará a terra, e de todo será saqueada, porque o Senhor pronunciou esta palavra. Por isso a maldição tem consumido a terra; e os que habitam nela são desolados; por isso são queimados os moradores da terra, e poucos homens restam” - Isaías 24:1,3,6

Tempo de Angústia para Jacó

Este tempo é entendido como a tremenda provação a que será submetida a descendência de Jacó (Israel) durante a Grande Tribulação, e é denominado pelo profeta Jeremias como “angústia para Jacó”.

    “Ah! Porque aquele dia é tão grande, que não houve outro semelhante; e é tempo de angústia para Jacó; ele, porém, será salvo dela” - Jeremias 30:7

    E deixa o átrio que está fora do templo, e não o meças; porque foi dado às nações, e pisarão a cidade santa por quarenta e dois meses” – Apocalipse 11:2

    E a mulher fugiu para o deserto, onde já tinha lugar preparado por Deus, para que ali fosse alimentada durante mil duzentos e sessenta dias” – Apocalipse 12:6

A palavra “angústia” fala de um sofrer sem precedentes para Israel (Jacó). Jerusalém será cercada por exércitos inimigos.

    Congregarei todas as nações, e as farei descer ao vale de Jeosafá; e ali com elas entrarei em juízo, por causa do meu povo, e da minha herança, Israel, a quem elas espalharam entre as nações e repartiram a minha terra” – Joel 3:2

    Irei e voltarei ao meu lugar, até que se reconheçam culpados e busquem a minha face; estando eles angustiados, de madrugada me buscarão” – Oséias 5:15

    “Vinde, e tornemos ao SENHOR, porque ele despedaçou, e nos sarará; feriu, e nos atará a ferida” - Oséias 6:1

Tempos de Trevas, Tristeza e Grande Aflição

A “trindade” satânica, o Dragão, o Anticristo e o Falso Profeta, investem toda a sua fúria contra a nação de Israel.

    “E, naquele tempo, se levantará Miguel, o grande príncipe, que se levanta pelos filhos do teu povo, e haverá um tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo” - Daniel 12:1

    “Eis que vem o dia do SENHOR, em que teus despojos se repartirão no meio de ti. Porque eu ajuntarei todas as nações para a peleja contra Jerusalém; e a cidade será tomada, e as casas serão saqueadas, e as mulheres forçadas; e metade da cidade sairá para o cativeiro, mas o restante do povo não será extirpado da cidade” - Zacarias 14:1-2

    “E a luz da lua será como a luz do sol, e a luz do sol sete vezes maior, como a luz de sete dias, no dia em que o SENHOR ligar a quebradura do seu povo, e curar a chaga da sua ferida” - Isaías 30:26

    “Tocai a trombeta em Sião, e clamai em alta voz no meu santo Monte; tremam todos os moradores da terra, porque o dia do SENHOR vem, já está perto; Dia de trevas e de escuridão; dia de nuvens e densas trevas, como a alva espalhada sobre os montes; povo grande e poderoso, qual nunca houve desde o tempo antigo, nem depois dele haverá pelos anos adiante, de geração em geração” - Joel 2:1-2

    “Mas vós, irmãos, já não estais em trevas, para que aquele dia vos surpreenda como um ladrão; porque todos vós sois filhos da luz e filhos do dia; nós não somos da noite nem das trevas. Não durmamos, pois, como os demais, mas vigiemos, e sejamos sóbrios; porque os que dormem, dormem de noite, e os que se embebedam, embebedam-se de noite. Mas nós, que somos do dia, sejamos sóbrios, vestindo-nos da couraça da fé e do amor, e tendo por capacete a esperança da salvação; Porque Deus não nos destinou para a ira, mas para a aquisição da salvação, por nosso Senhor Jesus Cristo, que morreu por nós, para que, quer vigiemos, quer durmamos, vivamos juntamente com ele” - I Tessalonicenses 5:4-10

    “O grande dia do SENHOR está perto, sim, está perto, e se apressa muito; amarga é a voz do dia do SENHOR; clamará ali o poderoso. Aquele dia será um dia de indignação, dia de tribulação e de angústia, dia de alvoroço e de assolação, dia de trevas e de escuridão, dia de nuvens e de densas trevas, Dia de trombeta e de alarido contra as cidades fortificadas e contra as torres altas. E angustiarei os homens, que andarão como cegos, porque pecaram contra o SENHOR; e o seu sangue se derramará como pó, e a sua carne será como esterco. Nem a sua prata nem o seu ouro os poderá livrar no dia da indignação do SENHOR, mas pelo fogo do seu zelo toda esta terra será consumida, porque certamente fará de todos os moradores da terra uma destruição total e apressada” - Sofonias 1:14-18

    “PORQUE eis que aquele dia vem ardendo como fornalha; todos os soberbos, e todos os que cometem impiedade, serão como a palha; e o dia que está para vir os abrasará, diz o SENHOR dos Exércitos, de sorte que lhes não deixará nem raiz nem ramo” - Malaquias 4:1

    “Porque haverá então grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco há de haver” - Mateus 24:21

    “ Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra” - Apocalipse 3:10

    “E iraram-se as nações, e veio a tua ira, e o tempo dos mortos, para que sejam julgados, e o tempo de dares o galardão aos profetas, teus servos, e aos santos, e aos que temem o teu nome, a pequenos e a grandes, e o tempo de destruíres os que destroem a terra” - Apocalipse 11:18

Os Selos

Será durante os últimos 3 anos e meio da Grande Tribulação que serão abertos os selos, tocadas as trombetas e derramadas as taças descritas em apocalipse. As leis do império romano, tempo em que vivia João, exigiam que um documento importante fosse selado com sete selos e confirmado com sete testemunhas.

Os primeiros quatro dos sete selos são conhecidos como os quatro calaveiros do Apocalipse. 

O Primeiro Selo

Cavalo Branco (paz)

Indica o aparecimento do cavalo branco, símbolo da paz e aponta para a pessoa do Anticristo, que firmará um concerto com a nação de Israel por sete anos. Mas como o Anticristo conseguirá implantar esta paz, ainda que falsa? Quem sabe resolvendo os problemas gerados pelo Arrebatamento da Noiva (igreja) e o caos político social que imperará no mundo àquela época.

    “E, havendo o Cordeiro aberto um dos selos, olhei, e ouvi um dos quatro animais, que dizia como em voz de trovão: Vem, e vê. E olhei, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele tinha um arco; e foi-lhe dada uma coroa, e saiu vitorioso, e para vencer” - Apocalipse 6:1-2

Este cavaleiro no cavalo branco que sai para conquistar. Pode indicar, bem no início da Grande Tribulação, o domínio crescente do poder do “homem da iniquidade”. Esse domínio acontece quando as pessoas falam em “paz e segurança”.

    Pois que, quando disserem: Há paz e segurança, então lhes sobrevirá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida, e de modo nenhum escaparão” – I Tessalonissences 5:3

Após 3 ½ anos, o Anticristo romperá a aliança e fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares:

    E ele firmará aliança com muitos por uma semana; e na metade da semana fará cessar o sacrifício e a oblação; e sobre a asa das abominações virá o assolador, e isso até à consumação; e o que está determinado será derramado sobre o assolador” – Daniel 9:27

Isso vem demonstrar que o templo em Jerusalém estará novamente reerguido. Sabemos que hoje em dia existem projetos em estado bem avançado para a reconstrução do templo para adoração dos judeus, nos mesmos moldes do tempo de Salomão.

O Segundo Selo

Cavalo Vermelho (guerra)

Indica o aparecimento do cavalo vermelho (guerra), pois a paz durará pouco, este representa o derramamento de sangue pelas mãos do Anticristo.

    “E, havendo aberto o segundo selo, ouvi o segundo animal, dizendo: Vem, e vê. E saiu outro cavalo, vermelho; e ao que estava assentado sobre ele foi dado que tirasse a paz da terra, e que se matassem uns aos outros; e foi-lhe dada uma grande espada” - Apocalipse 6:3-4

O Terceiro Selo

Cavalo Preto (fome)

Indica o aparecimento do cavaleiro no cavalo preto com uma balança na mão, a qual representa um forte racionamento de comida devido a uma grande fome que virá ao mundo, um tempo de grande carestia.

    “E, havendo aberto o terceiro selo, ouvi dizer ao terceiro animal: Vem, e vê. E olhei, e eis um cavalo preto e o que sobre ele estava assentado tinha uma balança na mão. E ouvi uma voz no meio dos quatro animais, que dizia: Uma medida de trigo por um dinheiro, e três medidas de cevada por um dinheiro; e não danifiques o azeite e o vinho” - Apocalipse 6:5-6

O Quarto Selo

Cavalo Amarelo (morte)

Indica o aparecimento do cavalo amarelo que se chama morte, através da guerra, fome e peste, ¼ da população da terra morrerá.

    “E, havendo aberto o quarto selo, ouvi a voz do quarto animal, que dizia: Vem, e vê. E olhei, e eis um cavalo amarelo, e o que estava assentado sobre ele tinha por nome Morte; e o inferno o seguia; e foi-lhes dado poder para matar a quarta parte da terra, com espada, e com fome, e com peste, e com as feras da terra” - Apocalipse 6:7-8

O Quinto Selo

Será um tempo de perseguição àqueles que confessaram o nome de Cristo. Estes são o que não receberam o sinal da besta. Sabendo, porém, que todos os salvos já foram arrebatados antes da Grande Tribulação, estes que serão perseguidos são os que creram em Cristo durante neste período.

    “E, havendo aberto o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que foram mortos por amor da palavra de Deus e por amor do testemunho que deram. E clamavam com grande voz, dizendo: Até quando, ó verdadeiro e santo dominador, não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra? E foram dadas a cada um, compridas vestes brancas e foi-lhes dito que repousassem ainda um pouco de tempo, até que também se completasse o número de seus conservos e seus irmãos, que haviam de ser mortos como eles foram” – Apocalipse 6:9-11

O Sexto Selo

Se relaciona com os astros que envolvem a terra, e ainda os eventos catastróficos como um grande terremoto, chuva de meteoros, montes e ilhas removidos do lugar.

    “E, havendo aberto o sexto selo, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como saco de cilício, e a lua tornou-se como sangue; E as estrelas do céu caíram sobre a terra, como quando a figueira lança de si os seus figos verdes, abalada por um vento forte. E o céu retirou-se como um livro que se enrola; e todos os montes e ilhas foram removidos dos seus lugares. E os reis da terra, e os grandes, e os ricos, e os tribunos, e os poderosos, e todo o servo, e todo o livre, se esconderam nas cavernas e nas rochas das montanhas; E diziam aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós, e escondei-nos do rosto daquele que está assentado sobre o trono, e da ira do Cordeiro; Porque é vindo o grande dia da sua ira; e quem poderá subsistir?” - Apocalipse 6:12-17

O Sétimo Selo

Silêncio no Céu

Há um grande silêncio no céu, por meia-hora, indicando o horror diante dos juízos de Deus, em seguida aparecem trovões e terremotos, que trazem as 7 trombetas juntamente com as 7 taças.

    “E, havendo aberto o sétimo selo, fez-se silêncio no céu quase por meia hora. E vi os sete anjos, que estavam diante de Deus, e foram-lhes dadas sete trombetas. E veio outro anjo, e pôs-se junto ao altar, tendo um incensário de ouro; e foi-lhe dado muito incenso, para o pôr com as orações de todos os santos sobre o altar de ouro, que está diante do trono. E a fumaça do incenso subiu com as orações dos santos desde a mão do anjo até diante de Deus. E o anjo tomou o incensário, e o encheu do fogo do altar, e o lançou sobre a terra; e houve depois vozes, e trovões, e relâmpagos e terremotos” - Apocalipse 8:1-5

As Trombetas

Sete anjos estão diante do Senhor e cada um tocará uma trombeta, estas trombetas são praticamente o conteúdo do sétimo selo.As primeiras quatro trombetas serão direcionadas para a terra, mares, rios, sol e estrelas, e as três últimas trombetas estarão voltadas diretamente para a humanidade.

    E vi os sete anjos, que estavam diante de Deus, e foram-lhes dadas sete trombetas” – Apocalipse 8:2

Antes destes anjos tocarem suas trombetas, um outro anjo pega um incensário cheio das orações dos santos com fogo do altar e lança-o sobre a terra. Isto revela que as orações dos santos têm alguma correlação com as trombetas porvir.

    "E o anjo tomou o incensário, encheu-o do fogo do altar e o atirou à terra. E houve trovões, vozes, relâmpagos e um terremoto" – Apocalips2 8:5

A Primeira Trombeta

Fogo e saraiva (granizo), destruindo 1/3 da vegetação da terra, (árvores e plantas). (Fome).

    “E os sete anjos, que tinham as sete trombetas, prepararam-se para tocá-las. E o primeiro anjo tocou a sua trombeta, e houve saraiva e fogo misturado com sangue, e foram lançados na terra, que foi queimada na sua terça parte; queimou-se a terça parte das árvores, e toda a erva verde foi queimada” - Apocalipse 8:6-7

Saraiva, fogo e sangue são figuras de juízo na Bíblia:

    Sobre os ímpios fará chover laços, fogo, enxofre e vento tempestuoso; isto será a porção do seu copo” – Salmos 11:6

    E contenderei com ele por meio da peste e do sangue; e uma chuva inundante, e grandes pedras de saraiva, fogo, e enxofre farei chover sobre ele, e sobre as suas tropas, e sobre os muitos povos que estiverem com ele” – Ezequiel 38:22

A Segunda Trombeta

Um grande meteoro em chamas cairá no mar matando 1/3 dos animais marinhos e 1/3 das frotas navais. Durante meses a luz solar não penetrara completamente.As plantações morrem. A fome aumentará.

    “E o segundo anjo tocou a trombeta; e foi lançada no mar uma coisa como um grande monte ardendo em fogo, e tornou-se em sangue a terça parte do mar. E morreu a terça parte das criaturas que tinham vida no mar; e perdeu-se a terça parte das naus” - Apocalipse 8:8-9

A Terceira Trombeta

Absinto é o nome do arbusto mais amargo que existe, provavelmente outro meteoro que afeta

1/3 da água potável da terra, trazendo grande sede.

    “E o terceiro anjo tocou a sua trombeta, e caiu do céu uma grande estrela ardendo como uma tocha, e caiu sobre a terça parte dos rios, e sobre as fontes das águas. E o nome da estrela era Absinto, e a terça parte das águas tornou-se em absinto, e muitos homens morreram das águas, porque se tornaram amargas” - Apocalipse 8:10-11

A Quarta Trombeta

Certamente as condições atmosféricas da terra mudarão, háverá danos causados ao Sol, à Lua e às estrelas provocando perda de luz para a Terra tanto de dia como de noite.

    “E o quarto anjo tocou a sua trombeta, e foi ferida a terça parte do sol, e a terça parte da lua, e a terça parte das estrelas; para que a terça parte deles se escurecesse, e a terça parte do dia não brilhasse, e semelhantemente a noite” - Apocalipse 8:12

A Quinta Trombeta

O Primeiro Ai

Uma águia no céu proclama com grande voz três“tres ais”, e a quinta trobeta é o primeiro dos 3 ais.

O poço do abismo será aberto, seres profundamente malignos serão soltos sobre a face da terra. Uma verdadeira invasão demoníaca sem precedentes. Não lhes foi permitido matar, mas atormentar por cinco terríveis meses.

    “E o quinto anjo tocou a sua trombeta, e vi uma estrela que do céu caiu na terra; e foi-lhe dada a chave do poço do abismo. E abriu o poço do abismo, e subiu fumaça do poço, como a fumaça de uma grande fornalha, e com a fumaça do poço escureceu-se o sol e o ar” - Apocalipse 9:1-2

Os homens buscarão a morte, mas não acharão, não haverá morte por cinco meses.

    “E o parecer dos gafanhotos era semelhante ao de cavalos aparelhados para a guerra; e sobre as suas cabeças havia umas como coroas semelhantes ao ouro; e os seus rostos eram como rostos de homens. E tinham cabelos como cabelos de mulheres, e os seus dentes eram como de leões. E tinham couraças como couraças de ferro; e o ruído das suas asas era como o ruído de carros, quando muitos cavalos correm ao combate. E tinham caudas semelhantes às dos escorpiões, e aguilhões nas suas caudas; e o seu poder era para danificar os homens por cinco meses” - Apocalipse 9:7-10

A Sexta Trombeta

O Segundo Ai

Na quinta trombeta os demônios que foram liberados do abismo não tinham autorização para matar, mas apenas causar dor, aflição e angústia. No entanto, agora estes anjos que foram soltos terão o poder e a autorização para matar os homens, e ocorrerá a morte da terça parte dos habitantes da terra.

    “E tocou o sexto anjo a sua trombeta, e ouvi uma voz que vinha das quatro pontas do altar de ouro, que estava diante de Deus, A qual dizia ao sexto anjo, que tinha a trombeta: Solta os quatro anjos, que estão presos junto ao grande rio Eufrates. E foram soltos os quatro anjos, que estavam preparados para a hora, e dia, e mês, e ano, a fim de matarem a terça parte dos homens” - Apocalipse 9:13-15

A Sétima Trombeta

O Terceiro Ai

Antes de apresentar a sétima trombeta o autor faz um parêntesis para falar das duas testemunhas e do rolo doce-amargo.

    “E o sétimo anjo tocou a sua trombeta, e houve no céu grandes vozes, que diziam: Os reinos do mundo vieram a ser de nosso SENHOR e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre. E os vinte e quatro anciãos, que estão assentados em seus tronos diante de Deus, prostraram-se sobre seus rostos e adoraram a Deus, Dizendo: Graças te damos, Senhor Deus Todo-Poderoso, que és, e que eras, e que hás de vir, que tomaste o teu grande poder, e reinaste. E iraram-se as nações, e veio a tua ira, e o tempo dos mortos, para que sejam julgados, e o tempo de dares o galardão aos profetas, teus servos, e aos santos, e aos que temem o teu nome, a pequenos e a grandes, e o tempo de destruíres os que destroem a terra. E abriu-se no céu o templo de Deus, e a arca da sua aliança foi vista no seu templo; e houve relâmpagos, e vozes, e trovões, e terremotos e grande saraiva” - Apocalipse 11:15-19

As Taças

Ao terminarem os juízos das sete taças terá sido terminada a obra de purificação da terra e virá o milênio. Os adoradores da besta e de sua imagem irão provar do cálice da cólera de Deus

A Primeira Taça

A primeira taça provoca surto de úlcera entre os homens.

    “E ouvi, vinda do templo, uma grande voz, que dizia aos sete anjos: Ide, e derramai sobre a terra as sete taças da ira de Deus. E foi o primeiro, e derramou a sua taça sobre a terra, e fez-se uma chaga má e maligna nos homens que tinham o sinal da besta e que adoravam a sua imagem” - Apocalipse 16:1-2

A Segunda Taça

Também em escala maior que a primeira praga do Egito. Morrerão todos os seres marinhos viventes.

    “E o segundo anjo derramou a sua taça no mar, que se tornou em sangue como de um morto, e morreu no mar toda a alma vivente” - Apocalipse 16:3

A Terceira Taça

Também em escala maior que a primeira praga do Egito. Aqui a destruição será total e é de se admirar que a humanidade ainda viva, pois toda água potável se contaminará e as criaturas aquáticas morrerão.

    “E o terceiro anjo derramou a sua taça nos rios e nas fontes das águas, e se tornaram em sangue. E ouvi o anjo das águas, que dizia: Justo és tu, ó Senhor, que és, e que eras, e santo és, porque julgaste estas coisas. Visto como derramaram o sangue dos santos e dos profetas, também tu lhes deste o sangue a beber; porque disto são merecedores. E ouvi outro do altar, que dizia: Na verdade, ó SENHOR Deus Todo-Poderoso, verdadeiros e justos são os teus juízos” - Apocalipse 16:4-7

    “E secarão as águas do mar, e o rio se esgotará e ressequirá. Também os rios exalarão mau cheiro e se esgotarão e secarão os canais do Egito; as canas e os juncos murcharão. A relva junto ao rio, junto às ribanceiras dos rios, e tudo o que foi semeado junto ao rio, secará, será arrancado e não subsistirá. E os pescadores gemerão, e suspirarão todos os que lançam anzol ao rio, e os que estendem rede sobre as águas desfalecerão” - Isaías 19:5-8

A Quarta Taça

Mais ou menos como a quarta trombeta, só que desta vez o calor e a luz são tremendamente aumentados. O sol será o grande inimigo.

    “E o quarto anjo derramou a sua taça sobre o sol, e foi-lhe permitido que abrasasse os homens com fogo. E os homens foram abrasados com grandes calores, e blasfemaram o nome de Deus, que tem poder sobre estas pragas; e não se arrependeram para lhe darem glória” - Apocalipse 16:8-9

A Quinta Taça

Subitamente o mundo estará em total escuridão e não haverá arrependimento.

    “E o quinto anjo derramou a sua taça sobre o trono da besta, e o seu reino se fez tenebroso; e eles mordiam as suas línguas de dor. E por causa das suas dores, e por causa das suas chagas, blasfemaram do Deus do céu; e não se arrependeram das suas obras - Apocalipse 16:10-11

A Sexta Taça

A humanidade estará perto da extinção, os homens rejeitaram a Deus e abraçaram o Anticristo, a sexta taça seria a duplicação da sexta trombeta. O rio Eufrates secará, o que facilitará a travessia dos exércitos dos reis do Oriente.

    “E o sexto anjo derramou a sua taça sobre o grande rio Eufrates; e a sua água secou-se, para que se preparasse o caminho dos reis do oriente. E da boca do dragão, e da boca da besta, e da boca do falso profeta vi sair três espíritos imundos, semelhantes a rãs. Porque são espíritos de demônios, que fazem prodígios; os quais vão ao encontro dos reis da terra e de todo o mundo, para os congregar para a batalha, naquele grande dia do Deus Todo-Poderoso. Eis que venho como ladrão. Bem-aventurado aquele que vigia, e guarda as suas roupas, para que não ande nu, e não se vejam as suas vergonhas. E os congregaram no lugar que em hebreu se chama Armagedom’ - Apocalipse 16:12-16

    Mas os rumores do oriente e do norte o espantarão; e sairá com grande furor, para destruir e extirpar a muitos” – Daniel 11:44

A Sétima Taça

A estrutura da terra será abalada, provavelmente após a batalha de Armagedom, após a segunda e gloriosa vinda de Jesus o Cristo, onde o Anticristo e o Falso Profeta são derrotados definitivamente.

    “E o sétimo anjo derramou a sua taça no ar, e saiu grande voz do templo do céu, do trono, dizendo: Está feito. E houve vozes, e trovões, e relâmpagos, e um grande terremoto, como nunca tinha havido desde que há homens sobre a terra; tal foi este tão grande terremoto. E a grande cidade fendeu-se em três partes, e as cidades das nações caíram; e da grande Babilônia se lembrou Deus, para lhe dar o cálice do vinho da indignação da sua ira. E toda a ilha fugiu; e os montes não se acharam. E sobre os homens caiu do céu uma grande saraiva, pedras do peso de um talento; e os homens blasfemaram de Deus por causa da praga da saraiva; porque a sua praga era mui grande” - Apocalipse 16:17-21

    “E a besta foi presa, e com ela o falso profeta, que diante dela fizera os sinais, com que enganou os que receberam o sinal da besta, e adoraram a sua imagem. Estes dois foram lançados vivos no lago de fogo que arde com enxofre” - Apocalipse 19:20

    “Horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo” - Hebreus 10:31

 

 

Em Cristo,

marcos-teixeira

 

 

 

 

Prateleira

Este é o homem a quem olharei...

0-este-e-o-homem-a-quem-olharei

"Treme da minha palavra...", Isaías 66:1-2

Como isto te parece? O Altíssimo, busca atentamente algo nos homens, algo cujo valor transcende as iguarias dos príncipes desta terra.