Sex16112018

Back Início Pensatas Matutando Pense Nisto Artigos O Túmulo Perdido de Jesus

O Túmulo Perdido de Jesus

o-tumulo-perdido-de-jesusDepois da "revelação" sobre a vida de Jesus, feita por Dan Brown no seu "Código da Vinci", e do “evangelho segundo Judas”, agora na véspera da Páscoa, aparece na mídia as "revelações" do “Túmulo Perdido de Jesus”.

Semana passada assisti a uma entrevista na CNN com James Cameron (Titanic) e o judeu canadense Simcha Jacobovici sobre o “Túmulo Perdido de Jesus”. Esta semana, precisamente dias 4 e 6 de março, o Discovery Channel irá apresentar este documentário.

Porque não espero o filme para falar sobre o assunto? Bem... não preciso assistir nenhum documentário para me posicionar à respeito do Jesus ressurreto que conheço e amo. E nada mudará o que as Escrituras Sagradas nos revelam sobre Jesus o Cristo.

Vejo tudo isto como simples questão de publicidade e lucro, uma coisa já alcançaram: Repercursão. Voltarei a falar sobre este assunto depois que assistir o documentário.

A mensagem principal que sugerem é esta: Jesus não ressuscitou!

Seu corpo está sepultado em Jerusalém, com a esposa e o filho. 

"As pessoas terão de acreditar no que quiserem", disse Jacobovici à Newsweek.

Os produtores partem da análises de 10 ossários encontrados em 1980, no Bairro de Talpiot, em Jerusalém. E foram precisos mais de 20 anos para decifrar os nomes inscritos em aramaico: Maria, Mateus, Jesus, filho de José, Maria (Madalena) e Judas, filho de Jesus. No entanto, caligrafia e revestimento da inscrição tornam a sua autenticidade e conteúdo duvidosos.

Os produtores então consultaram Andrey Feuerverger, um professor de estatística e matemática da Universidade de Toronto-Canadá para calcular se a relação dos nomes encontrados no sarcófago seria mera coincidência pois eram nomes muito comuns à época. A conclusão “matemática” foi que as chances eram na proporção de 600 para 1 de a tumba ter sido realmente da família de Jesus.

Os resíduos de ossos foram então submetidos a testes de DNA, e verificou-se que não havia nenhum parentesco entre os ossos que seriam supostamente os de Jesus e Maria Madalena. Concluiram então que só poderiam estar no mesmo túmulo se fossem casados. De acordo com os arqueólogos envolvidos o sarcófago data do século I d.C. e não havia ossos nos caixões.

Amos Kloner, professor da Universidade Bar-Ilan e arqueólogo oficial do Distrito de Jerusalém, que fiscalizou as escavações do mesmo local em 1980 diz:

"É muito pouco provável que Jesus e seus parentes tivessem um túmulo familiar, eles eram uma família da Galileia sem vínculos em Jerusalém. O túmulo de Talpiot pertenceu a uma família de classe média do primeiro século de nossa era".

A Faculdade de Ciências Bíblicas e Arqueológicas - “Studium Franciscanum Biblicum” de Jerusalém, informou em um comunicado:

“A anunciada descoberta do túmulo de Jesus é um fenômeno entre arqueologia inventada, publicidade e vendas. Esperamos com ansiedade saber quando acontecerá a venda das 'preciosíssimas' relíquias em que casa de leilão”.

Ressurreição de Cristo

1-ressurreicao-de-cristoPorque, se com a tua boca confessares a Jesus como Senhor, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo” – Romanos 10:9

Concernente a ressurreição de Jesus quero fazer algumas perguntas retóricas:

- Alguém daria sua vida por uma causa que sabe ser mentira?

- O que será que levou os primeiros cristãos a anunciar a ressurreição de Cristo por toda parte?

- Qual a recompensa por pregar com tamanho entusiasmo a mensagem da ressurreição e vida?

- Ganhavam algum benefício material, prestígio, riqueza, status, posição social?

Não, antes pelo contrário, suas recompensas foram espancamentos, apedrejamentos, torturas, crucificação, muitos foram atirados aos leões, todos os métodos possíveis foram usados para impedir estes homens de falar, mas em vão, pois anunciavam com ousadia e intrepidez a mensagem da cruz e ressurreição de Cristo.

e matastes o Autor da vida, a quem Deus ressuscitou dentre os mortos, do que nós somos testemunhas” – Atos 3:15

Ora, a este Jesus, Deus ressuscitou, do que todos nós somos testemunhas” – Atos 2:32

Os judeus do primeiro século também atacaram a ressurreição de Cristo e criaram a versão de que o corpo havia sido “roubado pelos discípulos”; O cenário era muitíssimo pior do o que pintam hoje Cameron ou Jacobovici. No entanto, cada discípulo morreu anunciando o evangelho do reino na plena certeza da ressurreição de Jesus o Cristo.

E o que dizer dos crentes atuais, que vivem em locais onde a pregação do evangelho é proibida? E que ainda pagam com as suas vidas e-ou a vida de seus queridos o preço de anunciarem a Cristo e este ressurreto?

ao qual Deus ressuscitou, rompendo os grilhões da morte, pois não era possível que fosse retido por ela” – Atos 2:24

Ora, Deus não somente ressuscitou ao Senhor, mas também nos ressuscitará a nós pelo seu poder” – I Coríntios 6:14

Posso afirmar sem hesitação que jamais Cameron ou Jacobovici sustentariam suas teses se o preço fosse comparado ao da igreja primitiva, certamente mudariam seus discursos por muitíssimo menos, bastaria haver alguns dolares em jogo. Mas estão lidando com a “Pedra Angular”, Jesus o Cristo, bem... este não é o titanic do cinema Mr Cameron, mas poderá ser a mais cara produção de sua vida.

“E, quem cair sobre esta pedra, despedaçar-se-á; e aquele sobre quem ela cair ficará reduzido a pó” - Mateus 21:44

Ele vive e voltará

1-ressurreicao-de-cristo-IIE assim somos também considerados como falsas testemunhas de Deus que ele ressuscitou a Cristo, ao qual, porém, não ressuscitou, se, na verdade, os mortos não são ressuscitados” – I Coríntios 15:15

Ele vive, e eu o conheço, o sirvo e o adoro com todo o meu coração com toda a minha força e com todo o meu entendimento.

que por ele credes em Deus, que o ressuscitou dentre os mortos e lhe deu glória, de modo que a vossa fé e esperança estivessem em Deus” – I Pedro 1:21

Ele se fará conhecer a todo aquele que o buscar de todo coração. A paz que sobrepassa todo entendimento lhe será dada e todo seu ser se encherá de alegria e do conhecimento de Jesus o Cristo que a tudo enche em todas as coisas. Deus porém escolheu a fé...

e esperardes dos céus a seu Filho, a quem ele ressuscitou dentre os mortos, a saber, Jesus, que nos livra da ira vindoura” – I Tessalonicences 1:10

 

Em Cristo

marcos-teixeira

 

 

Prateleira

Este é o homem a quem olharei...

0-este-e-o-homem-a-quem-olharei

"Treme da minha palavra...", Isaías 66:1-2

Como isto te parece? O Altíssimo, busca atentamente algo nos homens, algo cujo valor transcende as iguarias dos príncipes desta terra.