Qui18102018

Back Início Mundo Bíblico Escrituras Conheça, Explore e Reflita No Antigo Testamento O Tabernáculo

O Tabernáculo


 

porta atrio

A única porta de entrada do tabernáculo, tem a mesma altura do muro formado pelo cortinado que delimita o pátio, isto é: 2,5m de altura.  Essa “coberta” era apoiada sobre quatro colunas.

A porta era uma só e se achava sustentada por quatro colunas. Era formada por um cortinado que continha quatro cores (azul, púrpura, carmesim e branco).

 

___Tipificação___

 

“Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens.” – João 10:9

 

A porta de entrada do tabernáculo, também era conhecida como “o caminho”.

 

“Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.” – João 14:6

As tribos de Israel acampavam ao seu redor, sendo que a frente do Tabernáculo era sempre virada para o oriente, ou seja, sempre apontando para o nascimento do sol.

 

“Mas para vós outros que temeis o meu nome nascerá o sol da justiça, trazendo salvação nas suas asas; saireis e saltareis como bezerros soltos da estrebaria.” – Malaquias 4:2

___Reflita___

 

Este é o portão. Quando Deus detalhou a Moisés a construção do Tabernáculo, Ele começou de dentro para fora. Como Ele sempre faz: transforma de dentro para fora; Ele conserta seu coração primeiro até chegar ao exterior. Porém, para que possamos entender melhor o Tabernáculo, vamos começar de fora para dentro. Comecemos com a Entrada:

Esta é a Parte que Deus deu a Moisés; você pode ver que as quatro cores, todas simbólicas de Jesus. Deixe-me acrescentar que esta entrada é chamada “O Caminho”. Isto te lembra alguma coisa? Claro que sim! Jesus chamou a Si mesmo de “O Caminho”. E, quando o Senhor disse, “Eu sou o Caminho”, os judeus imediatamente entenderam que Ele quis dizer. Que era o caminho à presença do Todo-Poderoso. E nesta entrada vemos as quatro cores outra vez:

Azul = Jesus, o Filho de Deus;

Púrpura = Jesus, O Rei;

Escarlate = Jesus, o Salvador;

Branco = Jesus, o Homem Perfeito.

Outra vez vão de encontro aos quatro Evangelhos, apresentando-nos a Jesus.

Quando Moisés parou diante do Tabernáculo, a primeira coisa que viu foi Jesus, o Filho do Deus Vivo. Com quem você se encontra no começo do Novo Testamento? Com Jesus, o Filho do Deus Vivo! Ele é o caminho à poderosa presença de Deus. O Senhor também disse: “Eu sou a Verdade e a Vida”.

Logo, ao entrar, você verá que a porta do Lugar Santo, preste atenção, também se chamava “A Verdade”. Levava ao Lugar Santo, onde a verdade era revelada no mobiliário do Lugar Santo. E ao continuar, veremos o véu, que era chamado de “A Vida” porque ali estava a glória.

A entrada se chamava “O Caminho”. A porta do Lugar santo se chamava “A Verdade”. E o véu, que era a entrada ao Lugar Santíssimo, era chamado de “A Vida”. Jesus é a entrada, o Caminho. E a porta, a Verdade. E o véu, a Vida.

Ao olhar esta porta você encontrará algo muito importante. Ela é bem alta, o suficiente para não ver o que há por trás. Só passando e entrando é que se pode ver a glória e formosura do Mestre.

Tudo o que se vê aqui fora é quem Ele é e seus ministérios. Além da entrada, há uma cerca de linho branco que fala da perfeição do Filho de Deus, o homem Cristo Jesus. Como lhes disse em Hebreus 8.5: “Estas são só uma sombra das coisas”.

E quero mostrar-lhes uma sombra de algo maravilhoso.

 

Reflexão por Benny Hinn

 

 

 

Prateleira

Este é o homem a quem olharei...

0-este-e-o-homem-a-quem-olharei

"Treme da minha palavra...", Isaías 66:1-2

Como isto te parece? O Altíssimo, busca atentamente algo nos homens, algo cujo valor transcende as iguarias dos príncipes desta terra.