Qui18102018

Back Início Mundo Bíblico Escrituras Conheça, Explore e Reflita No Antigo Testamento O Tabernáculo

O Tabernáculo

 

 

mesa

A mesa dos pães da proposição, era feita de madeira de acácia coberta de ouro, tinha 0,90 cm de comprimento por 0,45 cm de largura, e 0,65 cm de altura. Quando o tabernáculo era transportado, a mesa podia ser levada em varas que passavam dentro de argolas de ouro nas pontas da mesa.

Havia 12 pães da proposição (sem fermento) sobre a mesa, representando as 12 tribos de Israel e cada sábado, doze bisnagas de pão eram colocadas nessa mesa, simbolizando a provisão de Deus para as doze tribos de Israel.

“Também farás uma mesa de madeira de acácia; o seu comprimento será de dois côvados, e a sua largura de um côvado, e a sua altura de um côvado e meio. E cobri-la-ás com ouro puro; também lhe farás uma coroa de ouro ao redor. Também lhe farás uma moldura ao redor, da largura de quatro dedos, e lhe farás uma coroa de ouro ao redor da moldura. Também lhe farás quatro argolas de ouro; e porás as argolas aos quatro cantos, que estão nos seus quatro pés. Defronte da moldura estarão as argolas, como lugares para os varais, para se levar a mesa. Farás, pois, estes varais de madeira de acácia, e cobri-los-ás com ouro; e levar-se-á com eles a mesa. Também farás os seus pratos, e as suas colheres, e as suas cobertas, e as suas tigelas com que se hão de oferecer libações; de ouro puro os farás. E sobre a mesa porás o pão da proposição perante a minha face perpetuamente.” – Êxodo 25:23-30 

___Tipificação___

 

Os pães da proposição tipificavam Jesus. Ele é o pão que desceu do céu, e todo aquele que comer desse pão, que é o seu corpo, partido na cruz, tem a vida eterna.

"Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém comer deste pão, viverá para sempre; e o pão que eu der é a minha carne, que eu darei pela vida do mundo." João 6:51

E todo aquele que comer deste pão jamais terá fome.

“E Jesus lhes disse: eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome, e quem crê em mim nunca terá sede” – João 6:35

 

Os pães sobre a mesa eram sem fermento que simbolizava sem pecado.

 

“Alimpai-vos, pois, do fermento velho, para que sejais uma nova massa, assim como estais sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós. Por isso façamos a festa, não com o fermento velho, nem com o fermento da maldade e da malícia, mas com os ázimos da sinceridade e da verdade.” – I Coríntios 5:7-8

___Reflita___

 

Esta mesa dos pães sem fermento nos fala de satisfação:

”Minh alma está satisfeita. Já não tenho fome, Senhor”. E Ele agora é o Pão da Vida. Lembre-se: Jesus disse em Mateus que há perseguição por causa da Palavra. A Moisés Ele ordenou que este pão fosse coberto com aroma de incenso.

O incenso tem um aroma muito doce, mas um gosto muito amargo. Por quê?  Porque Jesus disse o seguinte: “Se sois vituperados pelo nome de Cristo sois bem aventurados, porque o glorioso Espírito de Deus repousa sobre vós.” I Pedro 4.14. Ah, com prazer sofrerei perseguição! Por quê? Porque quero que o Espírito de Deus repouse sobre mim.

A Bíblia diz que ele repousará sobre aqueles que são vituperados e perseguidos. Jesus disse: ”O Espírito Santo vai com vocês, estará em vós”. Porém, em Atos 1.8 diz: “Ele virá sobre vocês”. Mas você somente percebe que ele vem quando sofre perseguição. Os apóstolos eram perseguidos e, no Pentecostes, o Espírito veio sobre eles. Eu pagarei com prazer este preço!  Assim eu O sentirei sobre mim pelo resto dos meus dias.

A Bíblia declara que a mesa dos pães sem fermento – que fala de satisfação – estava encharcada de incenso puro, um aroma delicioso. Quando outros entram em contato com aqueles que estão satisfeitos, sentem um delicioso aroma: o perfume de Cristo está neles.

Mas a perseguição virá por fazer parte desta satisfação. É esta perseguição que leva você à adorar ao Deus Todo-Poderoso.

 

Reflexão por Benny Hinn

 

 

 

Prateleira

Este é o homem a quem olharei...

0-este-e-o-homem-a-quem-olharei

"Treme da minha palavra...", Isaías 66:1-2

Como isto te parece? O Altíssimo, busca atentamente algo nos homens, algo cujo valor transcende as iguarias dos príncipes desta terra.