Qui20092018

Back Início Mundo Bíblico Escrituras Examinando as Escrituras Festas Bíblicas 2 - Pães Asmos - Matzot

2 - Pães Asmos - Matzot

asmos 

  “E aos quinze dias deste mês é a festa dos pães ázimos do Senhor; sete dias comereis pães ázimos. No primeiro dia tereis santa convocação; nenhum trabalho servil fareis; mas sete dias oferecereis oferta queimada ao Senhor; ao sétimo dia haverá santa convocação; nenhum trabalho servil fareis” - Levítico 23:6-8

A palavra ázima/asmo, vem do hebraico matstsah/matzah, é um pão assado sem fermento, feito somente de farinha de trigo, aveia, cevada ou centeio e água. No caso desta festa, sabemos que foi usada a cevada:

   “E o linho e a cevada foram feridos, porque a cevada já estava na espiga, e o linho na haste”, Êxodo 9:31  

A Festa dos Pães Asmos começa no dia 15 de Abib, um dia após a celebração da Páscoa, e dura 7 dias, onde o povo deveria comer pão sem fermento e oferecer oferta queimada ao Senhor. Entre os judeus, era costume chorar pelos mortos por 3 dias, e em seguida haveria 4 dias de lamentações.

   “A festa dos pães ázimos guardarás; sete dias comerás pães ázimos, como te tenho ordenado, ao tempo apontado no mês de Abibe; porque nele saíste do Egito; e ninguém apareça vazio perante mim“ - Êxodo 23:15.

Tudo era levado muito à sério, Deus disse que aquele que não respeitasse Sua festa, seria retirado da congregation de Israel:

   “Por sete dias não se ache nenhum fermento nas vossas casas; porque qualquer que comer pão levedado, aquela alma será cortada da congregação de Israel, assim o estrangeiro como o natural da terra” - Êxodo 12:19

Noite Memorável

A primeira noite depois da Páscoa é chamada de entre os judeus de “Noite Memorável”, no dia 15 do primeiro mês do ano, no mês de Abibe, Deus chama à observação da “Noite Memorável”. Foi nessa noite onde se deu o êxodo e os israelitas sairam do Egito. “Esta noite se guardará” não é enfatizada como deveria.

Eles comeram a Páscoa na noite anterior e nessa noite, na noite do próximo dia, eles sairam do Egito…

   “Partiram, pois, de Ramessés no primeiro mês, no dia quinze do primeiro mês; no dia seguinte da páscoa saíram os filhos de Israel por alta mão, aos olhos de todos os egípcios” – Números 33:3

   “E aconteceu que, passados os quatrocentos e trinta anos, naquele mesmo dia, todos os exércitos do Senhor saíram da terra do Egito. Esta noite se guardará ao Senhor, porque nela os tirou da terra do Egito; esta é a noite do Senhor, que devem guardar todos os filhos de Israel nas suas gerações. Disse mais o Senhor a Moisés e a Arão: Esta é a ordenança da páscoa: nenhum filho do estrangeiro comerá dela” - Êxodo 12:41-43

Também era comum haver a consagração de sacerdotes e nazireus.

   “Isto é o que lhes hás de fazer, para os santificar, para que me administrem o sacerdócio: Toma um novilho e dois carneiros sem mácula, e pão ázimo, e bolos ázimos, amassados com azeite, e coscorões ázimos, untados com azeite; com flor de farinha de trigo os farás” - Êxodo 29:1-2

“E um cesto de pães ázimos, bolos de flor de farinha com azeite, amassados, e coscorões ázimos untados com azeite, como também a sua oferta de alimentos, e as suas libações. E o sacerdote os trará perante o Senhor, e sacrificará a sua expiação do pecado, e o seu holocausto; também sacrificará o carneiro em sacrifício pacífico ao Senhor, com o cesto dos pães ázimos; e o sacerdote oferecerá a sua oferta de alimentos, e a sua libação” - Números 6:15-17

Santificação

Assim como a Festa da Páscoa ilustrava a morte de Jesus na Cruz, a observância dos Pães Asmos ilustrava o Seu sepultamento. Em Cristo a Festa dos Pães Asmos foi cumprida, pois ele é o Pão da Vida sem fermento, do qual devemos nos alimentar continuamente para termos vida e vida em abundância.

   “E, havendo-o tirado, envolveu-o num lençol, e pô-lo num sepulcro escavado numa penha, onde ninguém ainda havia sido posto. E era o dia da preparação, e amanhecia o sábado” - Lucas 23:53-54

   “Os judeus, pois, para que no sábado não ficassem os corpos na cruz, visto como era a preparação (pois era grande o dia de sábado), rogaram a Pilatos que se lhes quebrassem as pernas, e fossem tirados” – João 19:31

O pedaço de pão asmo usado para observar esta festa, tipifica Cristo:

   “Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados” - Isaías 53:5

   “Levando ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e pelas suas feridas fostes sarados” – I Pedro 2:24

   “E outra vez diz a Escritura: Verão aquele que traspassaram” – João 19:37

 

Em Cristo,

marcos teixeira

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Prateleira

Este é o homem a quem olharei...

0-este-e-o-homem-a-quem-olharei

"Treme da minha palavra...", Isaías 66:1-2

Como isto te parece? O Altíssimo, busca atentamente algo nos homens, algo cujo valor transcende as iguarias dos príncipes desta terra.