Dom18082019

Back Início Mundo Bíblico Escrituras Examinando as Escrituras Arqueologia Bíblica Fiabilidade dos Métodos de Datação

Fiabilidade dos Métodos de Datação

 3-atividade-solar-desconsiderada

A pressuposição de que as taxas de decaimento são constantes foi “desafiada” por Ephraim Fischbach (Universidade de Purdue) uma vez que ele encontrou algumas discrepâncias entre as taxas de decaimento de certos isótopos radioativos. “Isto é estranho, uma vez que era suposto serem constantes físicas.”.

Em seu artigo para a Stanford, Dan Stober reporta descobertas que sugerem que as taxas de decaimento dos elementos radioativos podem ser alteradas como efeito da atividade solar. A taxa de decaimento era ligeiramente mais rápida no inverno do que no verão.

As implicações de tal descoberta são profundas. Como escreveu Stober:

“De certa forma, a história começa nas salas de aulas de todo o mundo, onde os estudantes são ensinados que a taxa de decaimento de um material radioativo específico é uma constante. É sobre este conceito que, por exemplo, os antropólogos se apoiam para usar o carbono-14 para como forma de datar artefatos antigos. Se as taxas de decaimento não são constantes, como nos tem sido dito pela comunidade evolucionista, então os seus métodos de datação não pode ser fiáveis uma vez que esses métodos dependem duma taxa de decaimento constante.” - Dan Stober (Stanford Report).

“Todos nós pensávamos que isto ocorria devido a erros experimentais, uma vez que fomos todos ensinados que a taxa de decaimento era constante.” Peter Sturrock (Físico)

Jere Jenkins (Engenheiro nuclear na Universidade Purdue) notou que a taxa de decaimento de manganês-54 baixou ligeiramente durante o brilho solar.

Stober, Sturrock, Fischbach, e Jenkins, apontam para a conclusão: “O Sol se comunica com os isótopos radioativos na Terra.“.

Uma vez provado que certos elementos radioativos tem uma taxa de decaimento que varia no inverno ou no verão, ou durante a exposição ao Sol, então a pressuposição de que o decaimento é constante, não pode ser cientificamente mantida.

 

 

Prateleira

Este é o homem a quem olharei...

0-este-e-o-homem-a-quem-olharei

"Treme da minha palavra...", Isaías 66:1-2

Como isto te parece? O Altíssimo, busca atentamente algo nos homens, algo cujo valor transcende as iguarias dos príncipes desta terra.