Sex22062018

Perdão

perdaoE o que dizer “de novo” sobre o perdão? Talvez, o tema mais debatido, destrinchado e exaurido no meio evangélico em geral, mas sem darmos a devida importância ao perdão viveremos amargos, vazios e tudo indo de mal a pior... acredite, Jesus nunca enganou ninguém, o perdão está no âmago da nossa fé em Deus, senão vejamos:

Por isso o reino dos céus pode comparar-se a um certo rei que quis fazer contas com os seus servos; E, começando a fazer contas, foi-lhe apresentado um que lhe devia dez mil talentos; E, não tendo ele com que pagar, o seu senhor mandou que ele, e sua mulher e seus filhos fossem vendidos, com tudo quanto tinha, para que a dívida se lhe pagasse. Então aquele servo, prostrando-se, o reverenciava, dizendo: Senhor, sê generoso para comigo, e tudo te pagarei. Então o senhor daquele servo, movido de íntima compaixão, soltou-o e perdoou-lhe a dívida. Saindo, porém, aquele servo, encontrou um dos seus conservos, que lhe devia cem dinheiros, e, lançando mão dele, sufocava-o, dizendo: Paga-me o que me deves. Então o seu companheiro, prostrando-se a seus pés, rogava-lhe, dizendo: Sê generoso para comigo, e tudo te pagarei. Ele, porém, não quis, antes foi encerrá-lo na prisão, até que pagasse a dívida. Vendo, pois, os seus conservos o que acontecia, contristaram-se muito, e foram declarar ao seu senhor tudo o que se passara. Então o seu senhor, chamando-o à sua presença, disse-lhe: Servo malvado, perdoei-te toda aquela dívida, porque me suplicaste. Não devias tu, igualmente, ter compaixão do teu companheiro, como eu também tive misericórdia de ti? E, indignado, o seu senhor o entregou aos atormentadores, até que pagasse tudo o que devia. Assim vos fará, também, meu Pai celestial, se do coração não perdoardes, cada um a seu irmão, as suas ofensas” - Mateus 18:23-35

O incompreensível era este servo pedir tempo para pagar a dívida, fato é que este Senhor exerceu compaixão e perdoou-lhe a dívida toda.

Vejam o amor e a graça de Deus pois a única contribuição real deste servo foi contrair a dívida e, em seguida insultar a inteligência e o bom senso do seu Senhor prometendo que pagaria seu debito.

Vemos uma grande verdade aqui queridos pois não é por mérito (pagar a dívida) nem por promessas, mas somos perdoados pela preciosa graça de Deus (favor imerecido).

Quanto custa perdoar uma dívida de 10.000 talentos? Alguém diria: “pelo menos 10.000 talentos”.


Certamente este Senhor sofreu a perda destes 10.000 talentos, ele arcou com este custo todo. A cruz e a ressurreição de Cristo é o próprio Deus assumindo a nossa dívida, pagando Ele mesmo o custo total dela em nosso lugar.

Ao lermos atentamente esta parábola em tempo algum nos deparamos com coração agradecido, este servo não demonstrou gratidão. Podemos imaginar facilmente a gratidão que inundaria o ser de muitos ao receber o perdão de tamanha dívida, mas nada disto foi registrado nesta passagem.

Somos melhor do que este servo? Parece que o ser humano em geral não compreende a realidade do imenso débito que lhe perdoado de graça, por graça.

A Situação do Conservo

Daí entra em cena o segundo servo que aparece como alguém que deve apenas 100 denários, ou seja 600.000 vezes menor, era algo que poderia ser pago com alguns meses de trabalho (salário médio).

Imagine a cena, o servo aliviado de um dívida impagável prepara uma festa, muita alegria e celebração, convida o seu conservo para que este também celebre com ele perdoando-lhe a dívida.

Mas não foi isso o que aconteceu... ele mandou o conservo para a prisão... Mas como???? Ele poderia pagar tudo, a dívida era pagável!!! Fizesse um acordo, mas prisão?

Quando não perdoamos alguém estamos efetivamente aprisionando esta pessoa. E preso aquele conservo jamais teria condições de pagar sua dívida.

Perdoar para ser perdoado

Ao ser “atingido” pela misericórdia e graça, este servo recebeu maior responsabilidade ainda, pois ao perdoá-lo, este Senhor trouxe ao servo algo maior até do que o peso de sua dívida original, ele agora seria responsável em perdoar, exercer misericórdia e amar aos outros, assim como aconteceu com ele.

"Se não perdoardes aos homens [as suas ofensas], tampouco vosso Pai vos perdoará as vossas ofensas" - Mateus 6:15

Nada aqui neste texto é opcional, o que vemos é que Deus nos tratou com amor, graça e misericórdia e fomos perdoados unicamente por sua bondade, igualmente nós devemos ser amorosos e misericordiosos perdoando graciosamente assim como fomos perdoados.

E o que fazer?

Jesus, no calvário, mudou para sempre todos os nossos relacionamentos... com Deus e com os homens, devemos conceder graça e misericórdia a todos que nos tem magoado e ofendido,.

“Toda a amargura, e cólera, e ira, e gritaria, e blasfêmia sejam tiradas dentre vós, bem como toda a malícia. Antes sede bondosos uns para com os outros, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo. Sede pois imitadores de Deus, como filhos amados; e andai em amor, como Cristo também vos amou, e se entregou a si mesmo por nós, como oferta e sacrifício a Deus, em cheiro suave” - Efésios 4:31-32, 5:1-2

Verdugos são uma espécie de torturadores profissionais, que extraíam do devedor até o último níquel. Entende?

“E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo” - I João 2:2

Perdoar a alguém não significa não reconhecer a dívida, e muito menos significa negar por vezes houve dor e sofrimento mas fato é que nos deparamos com duas únicas opções:

- A nossa natureza humana e carnal, exige que alguém pague pelo malefício cometido. O ato do perdão parece contradizer todo o senso de justiça. As pessoas deveriam pagar pelas coisas erradas que fizeram.

- A fé ouve Jesus dizer: “Eu já paguei deixe estas pessoas irem livres”

Em nossa caminhada encontramos muitas pessoas exauridas, esgotadas, combalidas e cansadas. ... e com certeza o maior problema foi falta de perdão. Exerça o perdão se você quer reconhecer o Senhorio de Deus em sua vida.

 

Em Cristo,

marcos-teixeira 

 

Fundamentos da Fé

fundamentos
Nada Além de Cristo Jesus
 

Prateleira

Este é o homem a quem olharei...

0-este-e-o-homem-a-quem-olharei

"Treme da minha palavra...", Isaías 66:1-2

Como isto te parece? O Altíssimo, busca atentamente algo nos homens, algo cujo valor transcende as iguarias dos príncipes desta terra.